Sábado, 5 de Março de 2011

A apreciação musical é mais introspectiva se comparada com a de pintura ou de literatura. 

A apreciação musical apela a um tempo de duração indizível que não pode ser aprisionado no discurso. É pela superfície que reagimos às múltiplas emoções e impressões vividas que acompanham uma obra musical e cujos sons-em-contexto escapam ao controle da consciência.

Na pintura e na literatura há tempo para elaborar discursos conscientes. Na música, há mais silêncio; sonho solitário.

 

A apreciação da música é uma experiência mais solitária e privada do que a apreciação da pintura ou da literatura. Ouvir música é mais como sonhar; a nossa actividade imaginativa é largamente solitária. Tu e eu ficcionalmente.

Walton



publicado por omeuinstante às 17:02 | link do post

3 comentários:
De Francisco a 5 de Março de 2011 às 19:47
Uma posição muito interessante.


De OD a 5 de Março de 2011 às 20:19
Se escapa às defesas do consciente, será então a música uma arte mais subjectiva?


De omeuinstante a 5 de Março de 2011 às 21:14
É uma captação diferente, não há possibilidade de a parar, de a apreender no seu instante. Um evento musical é sempre muito complexo, com diversas camadas de sentido. Mas, sim, esta atitude estética passa por nós, por mecanismos subjectivos e intersubjectivos de construção de significados.


Comentar post

443245.jpeg
Sem a música, a vida seria um erro. Nietzsche
links
posts recentes

Horizontes

Resquícios/ Amesterdão

Uma Pastelaria em Tóquio

ViK Muniz - Lixo Extraord...

VIK MUNIZ

Dominique Wolton

Da Memória: 1974 - Uma Pi...

25 de Abril - 2017

noctua - Willie Dixon, I ...

Longe dos Homens

Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Visitas
conter12
tags

arte

cinema

david mourão-ferreira

educação

estética

eugénio de andrade

fernando pessoa

filosofia

fragmentos

leituras

literatura

livros

miguel torga

música

noctua

pintura

poesia

política

quotidiano

sophia de mello breyner andresen

todas as tags

arquivos
blogs SAPO