Quarta-feira, 14 de Dezembro de 2011

A procura de significado para a existência humana é uma constante na história dos homens. Na contemporaneidade, os trilhos percorridos têm oscilado entre a alienação e a coisificação materialista e as perspectivas de espiritualidade duvidosa. Os alicerces da casa do Ser no nosso presente, são areias movediças. 
Dentro deste contexto, a leitura da obra O Sentido Na Vida da filósofa estaduniense Susan Wolf contribui para a clarificação de questões intemporais.

Neste texto compreendemos que a resposta à questão O que é uma vida com sentido? deve ser procurada nos meandros de cada singularidade concreta, nas complexas relações da experiência quotidiana. É no campo da acção e das escolhas pessoais que o conceito de Felicidade se actualiza.

Um livro de leitura fácil; um debate filosófico em registo de papel.

 

Uma vida com sentido é uma vida activamente empenhada em valores objectivos. Mas estes valores são-nos familiares: são os valores estéticos, éticos e cognitivos. Uma forma de não compreender o problema do sentido da vida é pensar que tudo depende da existência de um valor especial — diferente de todos os valores estéticos, éticos e cognitivos que nos são familiares. 

 





publicado por omeuinstante às 16:00 | link do post

3 comentários:
De Cláudia S. Tomazi a 14 de Dezembro de 2011 às 18:48
Como estaduniense a autora esqueceu de resolver-se por entre valores: ora passivos, ora objetivos.

Obviamente, familiares e financeiros...
Agindo por incluir a ética filosófica.


De Rui Correia a 8 de Janeiro de 2012 às 01:42
Há muitos anos, Mallory Keaton (Family ties) resolvia num ápice uma dúvida que assaltava um grupo de intelectuais que procurava encontrar o verdadeiro sentido da vida:
"The meaning of life? That's simple. Try to be happy, try not to hurt other people, and hope to fall in love."
Era preciso dizer isto bem depressa porque ela precisava de boleia para ir fazer compras ao Mall local.
Ainda hoje aguardo por uma melhor definição.


De omeuinstante a 8 de Janeiro de 2012 às 18:57
Rui:)
Não encontrarás!


Comentar post

443245.jpeg
Sem a música, a vida seria um erro. Nietzsche
links
posts recentes

Uma Pastelaria em Tóquio

ViK Muniz - Lixo Extraord...

VIK MUNIZ

Dominique Wolton

Da Memória: 1974 - Uma Pi...

25 de Abril - 2017

noctua - Willie Dixon, I ...

Longe dos Homens

Herberto Helder/ Os Passo...

Relâmpago de Nada

Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
26
27

29
30
31


Visitas
conter12
tags

arte

cinema

david mourão-ferreira

educação

estética

eugénio de andrade

fernando pessoa

filosofia

fragmentos

leituras

literatura

livros

miguel torga

música

noctua

pintura

poesia

política

quotidiano

sophia de mello breyner andresen

todas as tags

arquivos
blogs SAPO