Quarta-feira, 8 de Fevereiro de 2012

Urge, com toda a evidência, revitalizar a intervenção actuante dos homens e das mulheres na esfera pública, espaço de liberdade política e de igualdade. Para não sufocar, a democracia depende de práticas argumentativas e de discursos racionais sobre questões de interesse comum com vista à formação de uma opinião pública esclarecida e crítica. Oferecermos o debate da coisa pública às elites políticas e económicas, tem um preço. Sem ilusões, o estado totalitário está disposto a pagá-lo.



publicado por omeuinstante às 13:36 | link do post

3 comentários:
De Anónimo a 8 de Fevereiro de 2012 às 18:27
Apelo urgente que subscrevo inteiramente.
Aliás, há já bastante tempo que ando fascinada pelo conceito de espaço público (esfera pública), sobre o qual tenho lido os principais autores.
Na próxima terça às 12.00H, no âmbito do programa de atividades da Semana Raul Proença vou dinamizar (a meias com o colega Jaime Neto) um debate sobre Espaço Público/ Espaço Privado na biblioteca da escola (com o mesmo nome).
Gostaria de contar com a presença de quem se interessa pelo assunto, a começar por ti, Céu.

Beijinho

Isabel X


De omeuinstante a 8 de Fevereiro de 2012 às 20:59
Excelente iniciativa, Isabel. Lá estarei para vos ouvir com o prazer de sempre.
Beijinho


De Anónimo a 8 de Fevereiro de 2012 às 21:21
Que bom! Obrigada, Céu.
Isabel X


Comentar post

443245.jpeg
Sem a música, a vida seria um erro. Nietzsche
links
posts recentes

Uma Pastelaria em Tóquio

ViK Muniz - Lixo Extraord...

VIK MUNIZ

Dominique Wolton

Da Memória: 1974 - Uma Pi...

25 de Abril - 2017

noctua - Willie Dixon, I ...

Longe dos Homens

Herberto Helder/ Os Passo...

Relâmpago de Nada

Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
26
27

29
30
31


Visitas
conter12
tags

arte

cinema

david mourão-ferreira

educação

estética

eugénio de andrade

fernando pessoa

filosofia

fragmentos

leituras

literatura

livros

miguel torga

música

noctua

pintura

poesia

política

quotidiano

sophia de mello breyner andresen

todas as tags

arquivos
blogs SAPO