Domingo, 15 de Abril de 2012

O Estado anda preocupado com os vícios privados (benefícios públicos?) dos cidadãos. Fora isso, as farpas queirosianas laçadas em 1871 continuam certeiras, o país vive numa sonolência enfastiada.
 



publicado por omeuinstante às 15:00 | link do post

6 comentários:
De Manuel a 16 de Abril de 2012 às 00:24
Mais certeiro que o Eça, só o Eça. Mesmo quando se refere a coisas estrangeiras, como seja o muito antigo conflito no Afeganistão. No tempo dele, com a Inglaterra.
Mas a última que lhe achei, por uma razão que não é daqui, que no entanto achei o máximo, porque agora o nosso fado é património imaterial da humanidade, é esta: "Atenas produziu a escultura, Roma fez o direito, Paris inventou a revolução, a Alemanha achou o misticismo. Lisboa que criou?
O Fado."
Somos um país de "fadistas" e estamos muito contentes. Ponto final!


De Manuel a 16 de Abril de 2012 às 00:29
(Lisboa, in Prosas Bárbaras)


De omeuinstante a 16 de Abril de 2012 às 00:52
Pois é, cada um grava na pedra a inscrição da sua identidade.
Seremos para sempre um conjunto de gerações desiludidas?
"Quais podem ser as obras desta geração? Criações febris, convulsões (...) idealistas e doentias, tudo um pesadelo moral."
Será o fado? Não sejamos mauzinhos, há quem gosta e não anda contente.


De Manuel a 16 de Abril de 2012 às 01:19
"Fatum era um Deus no Olimpo; nestes bairros é uma comédia. Tem uma orquestra de guitarras, e uma iluminação de cigarros. O palco está mobilado com uma enxerga. A cena final é no hospital ou na enxovia.
O pano de fundo é uma mortalha."
Eça de Queirós, ibidem.


De Cláudia S. Tomazi a 16 de Abril de 2012 às 23:39
Lisboa do fado,
um ar notável de canção!
És cidade, das cidades
alta vez na tua voz.
És albatroz no cetim,
plainar a azul imensidão.


De omeuinstante a 18 de Abril de 2012 às 19:08
Um pouco mais de azul, é sempre bem- vindo num dia escuro...bonito, Cláudia.


Comentar post

443245.jpeg
Sem a música, a vida seria um erro. Nietzsche
links
posts recentes

Uma Pastelaria em Tóquio

ViK Muniz - Lixo Extraord...

VIK MUNIZ

Dominique Wolton

Da Memória: 1974 - Uma Pi...

25 de Abril - 2017

noctua - Willie Dixon, I ...

Longe dos Homens

Herberto Helder/ Os Passo...

Relâmpago de Nada

Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
26
27

29
30
31


Visitas
conter12
tags

arte

cinema

david mourão-ferreira

educação

estética

eugénio de andrade

fernando pessoa

filosofia

fragmentos

leituras

literatura

livros

miguel torga

música

noctua

pintura

poesia

política

quotidiano

sophia de mello breyner andresen

todas as tags

arquivos
blogs SAPO