Quinta-feira, 31 de Maio de 2012

Pergunta de um aluno hoje na aula: professora, para quê visitar autores tão distantes de nós, do nosso tempo e cultura?
Pelo interesse histórico e pelo prazer de conhecer ( aspecto não muito valorizado...) ideias de outros tempos mas que influenciam o nosso presente.
Como  bem diz Italo Calvino, autor aqui várias vezes citado, porque um clássico é um livro que nunca acabou de dizer o que tem a dizer.




publicado por omeuinstante às 21:32 | link do post

3 comentários:
De Isabel X a 1 de Junho de 2012 às 00:06
Agamben considera o contemporâneo como a marca do arcaico no presente e diz: "Arcaico significa: próximo da Arké, isto é, da origem. Mas a origem não está situada num passado cronológico: ela é contemporânea ao devir histórico e não cessa de operar neste, como o embrião continua a agir nos tecidos do organismo maduro e a criança na vida psíquico do adulto. A distância - e, ao mesmo tempo, a proximidade - que define a contemporaneidade tem o seu fundamento nessa proximidade com a origem, que em nenhum ponto pulsa com maior força do que no presente."
Somos uma série de simultaneidades: todos os tempos moram no presente. Daí a perenidade dos clássicos, digo eu.
- Isabel X -


De omeuinstante a 2 de Junho de 2012 às 00:09
Obrigada pelo comentário, Isabel.
Recorrendo ao pensamento de Agamben (sabes que escreveu sobre I. Calvino), somos " singularidades quaisquer" que através da experiência do presente e da história projectamos a"comunidade que vem" .


De Anónimo a 2 de Junho de 2012 às 10:12
Não sabia. Muito interessante, uma vez mais, o que dizes, Céu. E o que diz Agamben.
- Isabel X -


Comentar post

443245.jpeg
Sem a música, a vida seria um erro. Nietzsche
links
posts recentes

Uma Pastelaria em Tóquio

ViK Muniz - Lixo Extraord...

VIK MUNIZ

Dominique Wolton

Da Memória: 1974 - Uma Pi...

25 de Abril - 2017

noctua - Willie Dixon, I ...

Longe dos Homens

Herberto Helder/ Os Passo...

Relâmpago de Nada

Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
26
27

29
30
31


Visitas
conter12
tags

arte

cinema

david mourão-ferreira

educação

estética

eugénio de andrade

fernando pessoa

filosofia

fragmentos

leituras

literatura

livros

miguel torga

música

noctua

pintura

poesia

política

quotidiano

sophia de mello breyner andresen

todas as tags

arquivos
blogs SAPO