Sexta-feira, 19 de Julho de 2013

 

" Que Deus é este que toma a mulher de um homem honrado e nela deposita a sua semente?"

 

Acabei de ler o primeiro romance de Nuno Lobo Antunes. Em Nome do Pai é uma narrativa ficcionada sobre a vida do pai de Jesus. Antes de morrer, José dá-nos conta das circunstâncias que o colocaram, aleatoriamente, entre o céu e a terra e como o Senhor lhe perturbou o equilíbrio condenando-o à "tortura do imaginado". Assistimos ao relato de um homem desesperado e de coração escarpado que se busca a si mesmo porque não alcança o fim último da ordem do sobrenatural.


José não compreende o que lhe aconteceu, por que razão foi o escolhido e, portanto, desconfia. Através do exercício de interrogação profunda, da paisagem interior, rejeita o destino que lhe roubou a possibilidade de viver entre os homens como um igual e rejeita também a ruptura da homogeneidade do espaço e do tempo.


O pai de Jesus, o artífice das formas belas, quer apenas existir e Nuno Lobo Antunes realiza-lhe o desejo íntimo de ser, homem, oferecendo-lhe um corpo. Com ele, mas sempre sob as estrelas, o homem que ama fabrica a transcendência. O sentimento, o amor salva-o.


Ao longo da leitura e em diversos momentos, senti o desejo de acompanhar a exposição pública desta alma arcaica de olhos bem fechados, como sinal de recusa desta servidão universal. 

A escrita, muito bela, de Nuno Lobo Antunes faz deste livro um grande romance. Um excelente retrato sobre a condição humana. Recomendo-o vivamente.





publicado por omeuinstante às 14:05 | link do post

443245.jpeg
Sem a música, a vida seria um erro. Nietzsche
links
posts recentes

Uma Pastelaria em Tóquio

ViK Muniz - Lixo Extraord...

VIK MUNIZ

Dominique Wolton

Da Memória: 1974 - Uma Pi...

25 de Abril - 2017

noctua - Willie Dixon, I ...

Longe dos Homens

Herberto Helder/ Os Passo...

Relâmpago de Nada

Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
23
24
25
26
27

29
30
31


Visitas
conter12
tags

arte

cinema

david mourão-ferreira

educação

estética

eugénio de andrade

fernando pessoa

filosofia

fragmentos

leituras

literatura

livros

miguel torga

música

noctua

pintura

poesia

política

quotidiano

sophia de mello breyner andresen

todas as tags

arquivos
blogs SAPO