Terça-feira, 01.11.11

Uma visão que maravilhou o artista, diz-se. 

Em pequenas pinceladas, bucólicas, Monet dá-nos um Outono concentrado de arte e natureza.

Entre as margens, em silêncio e solidão, recolhemos uma geografia de emoções. 
Um momento que permite compreender que na arte a Verdade não é tudo; a arte é desvelamento da verdade do artista.

 

A famosa ponte japonesa, retratada por Monet em 45 obras.



publicado por omeuinstante às 17:26 | link do post

Sábado, 21.05.11

 Casa

 

Permanece  presente como um reino

E atravessa meus sonhos como um rio

 

Sophia de Mello Breyner Andresen, Obra poética, III, Caminho, p. 53

 

 The River Bennecourt, Monet




publicado por omeuinstante às 14:21 | link do post

443245.jpeg
Sem a música, a vida seria um erro. Nietzsche
links
posts recentes

Pontes

Rememoração

Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Visitas
conter12
tags

arte

cinema

david mourão-ferreira

educação

estética

eugénio de andrade

fernando pessoa

filosofia

fragmentos

leituras

literatura

livros

miguel torga

música

noctua

pintura

poesia

política

quotidiano

sophia de mello breyner andresen

todas as tags

arquivos
blogs SAPO