Quinta-feira, 4 de Novembro de 2010

O conceito de minimalismo, minimal art- conteúdos artísticos mínimos- está associado à corrente que privilegia os espaços amplos, livres, e as cores neutras e delicadas.

A arte minimalista- arte do silêncio- resulta das relações que se estabelecem entre o espaço e o tempo, a luz e o campo visual do observador.

Esta corrente estética surge nos anos 60 como reacção à Pop Art. O escultor americano Richard Serra inscreve-se neste conceito de arte.

Conhecia a sua obra numa visita ao Museu Guggenheim, em Bilbao.

 

 



publicado por omeuinstante às 20:00 | link do post

3 comentários:
De KB a 4 de Novembro de 2010 às 23:11
Richard Serra é espantoso ao vivo. Para além de tudo, transforma a ferrugem em obra de arte.


De omeuinstante a 4 de Novembro de 2010 às 23:27
Conhece?


De KB a 4 de Novembro de 2010 às 23:39
Claro.


Comentar post

443245.jpeg
Sem a música, a vida seria um erro. Nietzsche
links
posts recentes

Fragmento do Homem

No espaço vazio do tempo ...

A Nova Ignorância

Dia das Mulheres

Dia Internacional da Mulh...

Noctua - Schubert

Do Risco Existencial

Horizontes

Resquícios/ Amesterdão

Uma Pastelaria em Tóquio

Abril 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


tags

arte

cinema

david mourão-ferreira

educação

estética

eugénio de andrade

fernando pessoa

filosofia

fragmentos

leituras

literatura

livros

miguel torga

música

noctua

pintura

poesia

política

quotidiano

sophia de mello breyner andresen

todas as tags

arquivos
blogs SAPO