Segunda-feira, 29.11.10

Barcarola é um termo musical que designa as canções originalmente cantadas pelos gondoleiros de Veneza.

A palavra vem do italiano e significa barco ou barcaça.

Na música clássica, as barcarolas de Chopin e de Offenbach são especialmente conhecidas.

A mais famosa é, certamente, Os contos de Hoffman, composta por Offenbach e foi interpretada pelo virtuoso Vianna da Motta.

Sabemos das relações entre a música e a poesia. As barcarolas não são excepção; exprimem-se em cantigas singelas.

 

 

Parti-me, trágico, ao meio
De mim mesmo, na paixão.
A amiga mostrou-me o seio
Como uma consolação.

Dormi-lhe no peito frio
De um sono sem sonhos, mas
A carne no desvario
Da manhã, roubou-me a paz.

Fugi, temeroso, ao gesto
Do seu receio modesto
E cálido; enfim, depois

Pensando a vida adiante
Vi o remorso distante
Desse crime de nós dois.

 

Barcarola, Vinícius de Moraes



publicado por omeuinstante às 10:01 | link do post

443245.jpeg
Sem a música, a vida seria um erro. Nietzsche
links
posts recentes

Singelas

Junho 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


tags

arte

cinema

david mourão-ferreira

educação

estética

eugénio de andrade

fernando pessoa

filosofia

fragmentos

leituras

literatura

livros

miguel torga

música

noctua

pintura

poesia

política

quotidiano

sophia de mello breyner andresen

todas as tags

arquivos
blogs SAPO